domingo, 17 de junho de 2012

Eficiência é a resposta!

O bilionário mexicano Carlos Slim, o homem mais rico do mundo, resolveu abraçar uma causa que considero (e muitos outros também consideram) fundamental para que a evolução humana e o modo de produção capitalista superem este padrão frenético, absurdo, e até certo ponto irracional que temos hoje (clique aqui). E Slim não está trazendo nada de novo, pois o pensador italiano Domenico de Masi já havia proposto a mesma coisa: uma jornada de trabalho de 3 dias por semana.

A ideia por trás da mudança é estimular a criatividade e a inovação das pessoas, além de poder dedicar mais tempo à família e a outros valores humanos, fundamentais para que não nos tornemos meras máquinas de trabalhar, insensíveis e guiadas apenas pelo "vil metal", pela necessidade de enriquecer e de gerar riqueza para os empregadores, acionistas, etc... Além do mais, há ainda a tecnologia, que deveria, por concepção, nos permitir produzir mais com menos esforço, mas a jornada de trabalho ainda é a mesma do século passado.

No atual padrão de jornada de trabalho, por exemplo, no Brasil, onde há quem trabalhe 5 dias e meio por semana (8 horas de segunda a sexta e 4 aos sábados), fica muito difícil aprimorar as potencialidades, já que o pouco tempo restante é para as necessidades básicas, para as questões de ordem prática que dificilmente são resolvidas nos dias úteis e para algum lazer e algum convívio familiar.

Entretanto, levanto duas questões para discussão desta proposta, que desde já, entendo como fantástica:

1- Como manter os atuais níveis de crescimento econômico e geração de riqueza e empregos com menos horas de trabalho? (Esta questão está na reportagem e é de capital importância para a discussão)

2 - O povo brasileiro está realmente preparado para dispor deste tempo extra de forma inteligente, dedicando-se a atividades prazerosas, mas que contribuam no seu crescimento pessoal e profissional? O brasileiro médio usaria este tempo para reflexões e para pensar o que pode ser melhorado e propor alternativas? 

Na minha opinião, só existe uma resposta para equacionar a questão adequadamente: eficiência. E mesmo assim, implantar um padrão como este requer muitos anos, pois é uma mudança cultural muito significativa, que vai modificar paradigmas de séculos, respaldados por religiões, pensadores e empresários de todo o mundo. Mas vale a pena tentar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

«« LOCALIZAR »»