domingo, 25 de dezembro de 2011

Tudo tem começo, meio e fim...

Caros,

Final de ano é sempre um tempo de reflexão e uma das coisas que chamou minha atenção nos últimos tempos está relacionada a uma das minhas paixões, à qual já me reportei algumas vezes neste blog: a Fórmula 1. Dois pilotos, quase da mesma idade, que estão em situações opostas,
mas na minha opinião estão passando pelo mesmo problema: não estão sabendo como encerrar seus ciclos.

Os pilotos em questão são Michael Schumacher (que completará 43 anos em 3 de Janeiro) e Rubens Barrichello (que completará 40 anos em 23 de Maio). Rubinho é o piloto que mais disputou GPs em toda a história da categoria, com 317 participações e Schumacher é o 2º neste mesmo quesito, com 282 participações, ou seja, oportunidades e experiências de curtir a F-1 eles tiveram até demais.

Entretanto, Schumacher, que já havia encerrado sua carreira como vice-campeão mundial de 2006, após incríveis 7 títulos mundiais e diversos recordes, resolveu retornar em 2010, e vem obtendo resultados medíocres, sendo quase sempre superado por seu companheiro de equipe do ano passado e deste ano, o também alemão Nico Rosberg. Já Rubinho, vice-campeão em 2002 e 2004 ainda não parou, mas quase ficou sem carro em 2009, quando assinou contrato a apenas 1 mês do início do campeonato e agora repete esta mesma situação e o pior, tudo indica que ficará sem equipe e terá sua carreira encerrada sem uma cerimônia, sem uma homenagem, que poderia ter vindo no GP Brasil deste ano. Não teria jeito e lugar melhor para encerrar esta carreira, que se não teve títulos, teve seus bons momentos também.

Amigos, eu quero dizer que todos os ciclos tem começo, meio e fim. O que motiva Schumacher e Barrichello não é dinheiro, como pensam alguns, porque isso eles tem, e muito. O que os motiva é algo mais, talvez vaidade, talvez paixão, ou até mesmo não saber o que fazer fora do "circo" da F-1, mas o que acontece é que ambos estão em linha descendente nas suas carreiras e não entendem que seu tempo passou, infelizmente, como passa para todos.

Que em 2012 nós saibamos entender quando começam e terminam os ciclos de nossas vidas.

Feliz Ano Novo!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

«« LOCALIZAR »»