domingo, 27 de novembro de 2011

Qualquer um na política? É isso mesmo?

Amigos,

Estamos a menos de 1 ano do próximo processo eleitoral brasileiro, desta vez para Prefeitos e Vereadores, mas como em todos os outras eleições anteriores, será repleto dos mesmos problemas: acusações de ilicitudes entre os candidatos, discursos repetitivos, promessas vazias e projetos
mirabolantes que não se concretizam nos anos subsequentes e candidatos muitas vezes desqualificados moralmente, eticamente e tecnicamente.

E o aspecto da falta de preparação dos candidatos é o que quero discutir neste artigo. As eleições para o Poder Legislativo se tornaram uma verdadeira esculhambação. Desde o Excelentíssimo Deputado Federal Tiririca (PR-SP) e suas propotas para o país, como "Pior do que tá não fica" e "Eu não sei o que faz um Deputado Federal, mas vote em mim e eu te digo", tenho tido uma grande preocupação com o ambiente no qual as leis do país são formuladas.

Atribuo parte do problema ao modelo de eleições proporcionais por coligação. Esse maldito coeficiente eleitoral que faz com que votemos em um candidato e elejamos outro que não escolhemos e que estimula os partidos a usar todo tipo de artifício para obter o maior número de cadeiras, inclusive chamar celebridades e sub-celebridades para que através do recall de suas imagens e da ignorância da maioria da população, e ao que parece, com um pré-requisito único: não ter nenhum senso crítico sobre a atividade que pretendem exercer, desconhecendo o máximo possível a máquina pública, sendo assim mais facilmente "convencidos" pelas lideranças partidárias.

Em Salvador, onde resido e vejo um pouco mais sobre o cenário eleitoral, o caso é grave, com inúmeros "músicos" de pagode baiano desejando uma vaguinha na Câmara Municipal, o que na minha opinião vai desqualificar ainda mais a já complicada situação da cidade. E para quem quiser me achar preconceituoso, peço apenas uma coisa: verifiquem se há e que tipo de preparação estes candidatos estão fazendo para o cargo que pleiteiam, apenas isso.

Será mesmo que qualquer um serve para a política? Onde estão as pessoas de bem, honestas e acima de tudo, qualificadas? Não podemos viver num país com legisladores ineptos e incapazes de fiscalizar as ações do Poder Executivo, então, vamos pensar bem antes de votar.

Até mais, pessoal!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

«« LOCALIZAR »»