quinta-feira, 21 de abril de 2011

A importância de gerenciar bem

Amigos,

Como amante da F-1,  fui noticiado de uma declaração de Aldo Costa, Diretor Técnico da Ferrari, indicando que o desempenho registrado, abaixo das expectativas nos 3 primeiros GPs do Campeonato Mundial 2011, deve-se a falhas estruturais do carro
, que não foram identificadas devido ao túnel de vento, que estaria antiquado. A Ferrari estaria alugando um, a partir de agora, de propriedade da Toyota, em Colônia, na Alemanha. (clique aqui)

O que podemos aprender com este caso? Que basicamente o êxito de qualquer corporação está relacionado também à forma com que os mais diversos aspectos são gerenciados, ou seja, organizados, e neste caso, a estrutura de trabalho não vem sendo bem gerenciada, ou organizada, já que o caso se arrasta de Novembro de 2010. Isto também nos mostra que a procrastinação não é uma falha exclusiva de pequenas empresas.

Vemos também que o talento dos colaboradores (neste caso, os colaboradores diretos são Fernando Alonso e Felipe Massa), isoladamente, contribui mas não resolve os problemas, o que mais uma vez confirma a lógica: primeiro investir, depois vem os lucros!

Enfim, o que parece é que a Ferrari ainda não dimensionou bem o nível de suas concorrentes e ainda age como se fosse hegemônica, uma falha que custa resultados, porque desmobiliza a organização, coisa parecida com o que acontece no mundo corporativo afora.

Abraços e até a próxima,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

«« LOCALIZAR »»