terça-feira, 23 de novembro de 2010

Criatividade, Empreendedorismo e Inovação II


(continuação...)

Na parte final, Domenico fez um exercício de futurologia e lançou uma questão: "Como será a sociedade em 2020?" A resposta veio sob a forma de aspectos que influenciarão a evolução social: tecnologia, trabalho/formação, ubiquidade/plasmabilidade, tempo livre, androginia, estética, subjetividade/motivação e qualidade de vida. Isto parece óbvio, e até é mesmo, mas muita gente pensa em planejamento sem
maiores considerações destes fatores. E aqui, me veio uma certa frustração, posto que a palestra chamava-se "Criatividade, Empreendedorismo e Inovação", mas na minha opinião, houve uma prevalência da criatividade, que sem dúvida é a base do processo, mas acredito, Domenico poderia ter abordado um pouco mais as questões de empreendedorismo e inovação, talvez se encurtasse a sua abordagem histórica em alguns minutos.
Seguiu-se uma bateria de perguntas, sendo que a primeira foi feita por mim e indagava o seguinte: "Na sua opinião, a sociedade brasileira vive uma cultura de ócio criativo ou ainda há muito a avançar?" A resposta, basicamente, falava que o Brasil não precisa aprender o Ócio Criativo, que pode inclusive ensinar ao resto do mundo, que o brasileiro já trabalha com alegria, diferentemente do americano, por exemplo. Ainda disse que há confusão entre Ócio Criativo e preguiça e que soube por seu agente que o livro "O Ócio Criativo" era seu maior sucesso no Brasil, mais pelo título.

Entendo que esta resposta foi óbvia e claramente com intuito de agradar à platéia, pois não acredito que uma sociedade como a brasileira, que tem uma jornada de trabalho de 44 horas semanais e um arcabouço tributário exagerado sobre o emprego, inviabilizando a absorção de mais mão-de-obra, possa mesmo "ensinar" todo o mundo sobre o Ócio Criativo, e vejam que estou me pautando nos princípios defendidos no próprio livro!

Então, defino esta experiência como válida, evidentemente, ainda mais que não é tão comum receber em Salvador alguém tão renomado, mas que avaliada criticamente, apresenta algumas lacunas mais evidentes do que poderíamos supor. 

Até a próxima,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

«« LOCALIZAR »»