sábado, 6 de fevereiro de 2016

Vamos precisar de bancos no futuro?

Os avanços tecnológicos e de paradigmas de pensamento vem modificando o mundo empresarial de uma forma jamais vista. Novos produtos e serviços estão surgindo, bem como aqueles já existentes estão sendo reformulados ou simplesmente suprimidos, ou seja, os avanços são inegáveis e acontecem em altíssima velocidade. 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Futebol: negócios e paixão

O evento de despedida do maior goleiro artilheiro da história do futebol, Rogério Ceni, do São Paulo, me levou a uma profunda reflexão sobre um aspecto do futebol brasileiro, seja como negócio, seja como paixão dos torcedores pelos seus clubes, que é a elevada rotatividade dos jogadores, mudando de clube às vezes em questão de poucos meses.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Não feche as portas. Não queime as pontes.

Quando um profissional vai deixar um emprego, seja por ter aceito uma proposta mais vantajosa, seja por uma demissão, é importante que as "portas" sejam mantidas abertas, e que as "pontes" sejam mantidas em condição de travessia. Não só porque pode-se precisar voltar aquele emprego, mas também porque aqueles contatos poderão ser bons divulgadores de suas competências.

domingo, 27 de setembro de 2015

Olha a CPMF querendo voltar!!!!!

Uma das medidas mais polêmicas do ajuste fiscal que o Governo Federal quer implementar é o retorno da chamada CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras), o famoso "imposto do cheque". Este imposto já esteve vigente, de forma "provisória" entre os anos de 1997 e 2007, com alíquota de 0,38% do valor de cada movimentação financeira. Agora, se aprovado o retorno, a alíquota será de 0,20%.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Arrecadar mais resolve os problemas?

Hoje, foi divulgada uma reportagem no site do jornal O Globo (aqui), dando conta de que os estados brasileiros estão adotando estratégias para diminuir a sonegação de impostos, ainda mais que a economia brasileira está em um momento crítico, inclusive com fechamento de empresas e consequentemente diminuição da base de arrecadação de impostos.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Inflação em alta e consumo em baixa: é possível?????

Vivemos agora no Brasil uma época de muitas discussões, e principalmente, de muita insatisfação sobre o quadro econômico e político do país. Insatisfação crescente, a ponto de famílias já terem deixado o país e emigrado para países como Canadá, Austrália, França e Estados Unidos. Indiscutivelmente a situação é muito difícil e requer medidas imediatas.

sábado, 20 de junho de 2015

Brasil: avaliar para saber votar!

Foi divulgada neste sábado uma pesquisa do Datafolha na qual a Presidente Dilma Rousseff teve seu governo reprovado por 65% dos entrevistados, um índice próximo ao apresentado pelo ex-Presidente Fernando Collor pouco antes do impeachment sofrido em 1992. Esta avaliação do segundo mandato da Presidente Dilma se dá em seu sexto mês, sendo que o mandato tem 4 anos de duração, ou seja, o nível de insatisfação já está elevado após terem transcorridos apenas 12,5% do mandato!

«« LOCALIZAR »»

Carregando...